​JÁ OUVIU FALAR EM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL?

19 de Maio, 2017

JÁ OUVIU FALAR EM INTELIGÊNCIA EMOCIONAL?

A inteligência emocional é definida como a capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos. A inteligência emocional é uma das maiores responsáveis pelo nosso sucesso ou insucesso, um exemplo disso, é que a maioria das situações da vida é envolvida por relacionamentos entre pessoas. Isso significa que pessoas com maiores qualidades de relacionamento têm mais chances de alcançar o sucesso.

O controle das emoções é essencial para o desenvolvimento da inteligência de um indivíduo. Não há uma loteria genética que define vitoriosos e fracassados no jogo da vida e , embora existam pontos que determinam o temperamento muitos dos circuitos cerebrais da mente humana são maleáveis e podem ser trabalhados, portanto, temperamento não é destino.

A inteligência emocional pode ser classificada em cinco habilidades:

· Autoconhecimento Emocional- Capacidade de reconhecer as emoções e sentimentos. A ausência dessa habilidade nos deixa a mercê das emoções.

· Controle Emocional- Habilidade de lidar com os próprios sentimentos adequando-os a cada situação vivida

· Automotivação- Capacidade de dirigir as emoções a serviço de um objetivo ou realização pessoal. Se estivermos motivados, encontraremos prazer no trabalho e não perderemos a calma durante o período de espera pela gratificação

· Reconhecimento das emoções em outras pessoas- Habilidade de reconhecer emoções no outro e ter empatia de sentimentos. Empatia é outra habilidade que constrói o autoconhecimento emocional.

· Relacionamentos Interpessoais- Habilidade de interação com outros indivíduos, utilizando competências sociais. O relacionamento é, em grande parte, a habilidade de gerir sentimentos de outros. É a base de sustentação da popularidade, da liderança e da eficiência interpessoal.

Todos os seres humanos têm a possibilidade de melhorar e desenvolver qualquer uma das habilidades destacadas. A Inteligência Emocional pode ser desenvolvida, treinada e aprimorada com a construção de novos hábitos, novas formas de pensar e se comportar.



Luciana Petim Psicóloga do NAP